ÚLTIMAS POSTAGENS:

SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 14/04/2015



Na Sessão de hoje (14), presidida extraordinariamente pelo Vereador Lulu Neri, após a leitura da Ata foi lida as respostas das proposições dos Vereadores encaminhadas pelo Executivo Municipal e encaminhadas outras. São elas:

Do Gabinete da Vereadora Maria José veio dois Pedidos de Providência, o primeiro é o PEDIDO DE PROVIDÊNCIA Nº 020/2015 para que a Prefeitura através da Secretaria de Obras realize uma operação tapa buraco nas Ruas Rio Tarauacá e Rio Muru. 

O Segundo é o PEDIDO DE PROVIDÊNCIA Nº 021/2015 para que a Prefeitura através da Secretaria de Obras realize a limpeza diariamente no canteiro da Rua Tancredo Neves. 

E ainda do Gabinete do Vereador Mirabor Leite veio o PEDIDO DE PROVIDÊNCIA Nº 022/2015 para que a Prefeitura corrija a placa do Centro do Idoso, que está sendo construído na Rua Floriano Peixoto, onde falta data de inicio e término de obras. 

O assunto preponderante na Sessão foi o incêndio onde infelizmente faleceu uma menina de 04 anos de idade no bairro da praia. O Vereador Manoel Monteiro era um dos Vereadores mais emocionados. A Câmara recebeu também o Secretário Municipal de Educação Francisco das Chagas da Silva e Souza que veio esclarecer alguns pontos sobre a Educação no município, Principalmente no que se refere à contratação para a na zona rural. No final a maioria dos Vereadores se sentiram contemplados com as explicações do Secretário e Assessor Jurídico da Prefeitura Dr. Emerson.

O Vereador João Moreira tornou a falar da abertura de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito), pelas suspeitas de favorecimento por causa do aluguel de um Box que segundo alguns Vereadores era de valor era alto. Conclamou o STRT para fazer um movimento e cobrar os direitos do trabalhador rural. Por isso espera que a Comissão entre em votação nessa Casa. Com isso, ele acha que mostrará para a população tarauacaense que os Vereadores estão trabalhando.

O Vereador Valdor do Ó disse que assinou o pedido de abertura de uma Comissão, não para cassar o Prefeito, mas para cumprir sua função de Vereador. Só assim poderá se dizer que há algo errado ou não. Diz que se houver uma administração boa, os Vereadores crescerão juntos. 

O Vereador Sidenir falou do bairro da conquista. Disse que foi chamado pelos moradores para ele ajudar a reativar uma Associação, e o que encontrou foi um Estatuto defasado inclusive cobrando mensalidades. Assuntos improváveis como, por exemplo, que só tinha direito ao lote se pagasse. Portanto cabe agora averiguar o que está acontecendo. Sobre as manifestações, o Vereador disse que não vê o rosto do trabalhador rural nessas manifestações e sim um atentado contra a democracia.

O Vereador Mirabor Leite primeiramente registrou a presença do ex Vereador Pedro Abreu (PMDB). Sobre as manifestações disse que é legítima, pois é a população reivindicando seus direitos e que a mesma é contra um projeto que se institucionalizou em nosso país, que é a corrupção. Aproveito para parabenizar a Polícia Federal que está lutando contra poderosos e que precisa do apoio da população.

Contestou o argumento de alguns colegas de que os Vereadores só criticam. Afirmou que em 2013 foi o Vereador que mais proposições enviou ao Executivo. Não obstante também nunca recebeu respostas plausíveis sobre suas Indicações.

Falou do trabalho que teve para aprovar aquele projeto escolar na Capela, um sonho desde quando desejou ser político, querendo deixar sua marca no local em que nasceu.  Esse Projeto foi o embrião para que se fizessem outros similares e ninguém é grato aos trabalhos dele, nas reuniões a respeito o Vereador reclama que ninguém toca no nome dele.

Justificou sua abstenção na votação de novos assessores parlamentares porque foi citado na última Sessão. Sobre a CEI a intenção é contribuir com a lisura da administração municipal. Finalizou parabenizando os Vereadores para o pedido de abertura da CEI.

A Vereadora Maria José iniciou sua fala lamentando o falecimento da menina Letícia e parabenizando o Vereador Manoel Monteiro pela sua passagem como Presidente já que em sua opinião ficou boa a reforma da Casa.

Diz não poder falar bem de Tarauacá porque não está vendo a cidade como ela deveria ser, e por isso verá os documentos para decidir se assina ou não o pedido de abertura da CEI. A Vereadora quer ficar a par de tudo que envolve esse pedido para agir pela razão e não pela emoção.

Assecom
Compartilhar no Google Plus

Sobre Câmara de Tarauacá

Redatora do blog, Publicitária
    Comentário do Blogger
    Comentário do Facebook