ÚLTIMAS POSTAGENS:

SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 13/08/2014


O Vereador Marlindo falou que chegou da zona rural e encontrou por lá problemas antigos. Mas apontou alguns avanços, como por exemplo, o Governo do Estado levou investimentos de R$100.000,00 (cem mil reais) para a comunidade Itamaraty II, onde pela primeira vez na história do Acre o povo vai decidir o que comprar com esse dinheiro. 

                                                 
O Vereador Mirabor Leite diz fazer a principal campanha do seu pleito a Deputado Estadual aqui em sua terra porque com o resultado do seu trabalho e a sua produção aqui é o que fará a diferença nas urnas. Acusou alguns empresários de só visarem o dinheiro e não o desenvolvimento do município. Finalizou dizendo que vai pedir uma audiência com o Juiz Eleitoral local para fazer algumas denúncias de pessoas com cargo público fazendo campanha em horário de expediente.

O mais novo Vereador da Casa Deugilson surpreendeu ao dizer que foi visitar o posto de saúde Maria da Luz onde foi conferir o Pedido de Providência feito pelo seu congênere Vereador Mirabor Leite e constatou o problema inclusive já cobrando a construtora responsável pela obra. Chamou a atenção para a Lei 123/06 que dá direito aos micro empresários de participar de construções de médio e grande porte.

A Vereadora Janaína Furtado de acordo com os outros Vereadores também acha que o município deveria ter um candidato da terra. Para a Vereadora, situação e oposição no seu ver é indiferente, pois, ela é Vereadora de Tarauacá. Disse poder até elogiar o Prefeito, mas sem bajulação. Tornou a tocar no assunto do concurso, dizendo que foi conversar com o Secretário de Administração e aguarda uma resposta mais contundente.  Mostrou toda sua preocupação em relação à obra de recuperação da ponte alertando que o abastecimento geral da cidade pode ser comprometido.

O Vereador Ezi Aragão lembrou que a Mesa não pode permitir que o palanque venha para dentro da Casa referindo-se a decisão da Mesa de não permitir falar em eleição preservando assim a integridade dos próprios Vereadores para não se desgastarem mais do que o necessário.

O Presidente da Câmara Manoel  Monteiro defendeu a severidade da Lei Eleitoral afirmando que ela está se ajustando justamente para dar igualdade para os candidatos de menor poder aquisitivo fazendo assim que se preserve a democracia nesse país. Para isso pediu sobriedade para os congêneres para que não se perca a boa harmonia dentro desta Casa.

Assecom
Compartilhar no Google Plus

Sobre Câmara de Tarauacá

Redatora do blog, Publicitária
    Comentário do Blogger
    Comentário do Facebook